Agressividade na educação infantil

Noeli Teresinha Strada, Gilvan Milhomem Santos Gonçalves

Resumo


Este estudo está relacionado diretamente à agressividade na primeira infância e suas relações causa-efeito. Busca-se inter-relacionar de forma crítica e interdisciplinar as ocorrências com o objetivo de levantar o questionamento dos motivos e aspectos, ou características dessas crianças que agem agressivamente, abordando escritos sobre o assunto em relação a educação infantil. Para fazer tal abordagem utilizou-se do conhecimento da autora em sala de aula, tendo mais de 5 anos de vivência com casos de crianças agressivas, suas dificuldades e atitudes na condução desses casos, bem como entrevista com professores da área e abordagem cotidiana de algumas crianças, analisando-se suas particularidades diante da família e seu meio de vida. Ainda que o assunto seja pouco descrito, com materiais escassos, as dificuldades principais são mesmo quanto à abordagem, pois quem sofre a ação e o agressor são crianças e não são responsáveis pelos seus atos, nem tão pouco podem ser estudados separados do contexto. Os resultados principais são o embate contra as dificuldades de ação dos docentes desta fase, o levantamento da questão e ao mesmo tempo fomentar maiores estudos por psicopedagogos, coordenadores, professores, recreadores, assistentes sociais e demais profissionais envolvidos com a educação infantil.

 

Palavras-chave: Agressividade. Educação infantil. Curiosidade. Compreender.

 

 

Abstract

 

This study is directly related to aggression in early childhood and their cause-effect relationships. Search inter-relate in a critical and interdisciplinary occurrences with the objective of raising the questioning of motives and aspects or characteristics of these children who act aggressively addressing written on the subject also in relation to early childhood education. To make such an approach was used by the author of knowledge in the classroom, with over 5 years of experience with cases of aggressive children, their attitudes and difficulties in the conduct of these cases, as well as interviews with teachers in the area and approach of some everyday children analyzing its merits, before the family and their livelihood. Although the subject is poorly described, with scarce materials, the main difficulties are the same as the approach, because who suffers the action and the offender are children and are not responsible for their actions, nor can be studied apart from the context. The main results are the struggle against the difficulties of action of teachers of this stage, raising the question while promoting higher studies by psychologists, engineers, teachers, entertainers, social workers and other professionals involved with children's education.

 

Keywords: Aggression. Kindergarten. Curiosity. Understand.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.